Este é o ponto crucial da empresa como um todo: nossos esforços de qualidade e planificação do tempo não devem ser influenciados por problemáticas de atrasos ou rupturas durante o frete.

Nossa empresa propõe soluções intermodais para que o cliente economize tempo e dinheiro, fazendo com que a mercadoria chegue íntegra, pontualmente, cuidando também de suaorganização, documentação e de todas as práticas burocráticas e aduaneiras.

A fim de reduzir a emissão de CO2, a maior parte dos produtos é enviada da linha de produção diretamente às fábricas dos clientes, no mundo inteiro, com conseqüente poupança de energia, tempos e custos.

Enviamos nossos artigos para todo o globo, mas gostaríamos de evitar a expedição “de ar”: um custo inútil, além causar danos ao ambiente. O “fill rate” é o índice que mede a quantidade de espaço efetivamente utilizada no interior dos containers, ou seja, a relação entre a massa carregada e aquela carregável. Carregar mais produtos significa reduzir a incidência, por artigo, do transporte; com base anual, o número de transportes rodoviários, trens, navios, e as emissões de CO2 na atmosfera. Nosso objetivo é aumentar o fill rate o mais possível, levando em conta que, às vezes, os limites de peso nos impedem de encher totalmente caminhões e containers.

A característica de nossos transportes é que a mercadoria é colocada, no setor de produção, em uma específica Unidade de Transporte Intermodal (UTI), de onde não pode ser deslocada até chegar ao destino final. Esta ausência de manipulações intermediárias garante, evidentemente, um menor risco de danos ao conteúdo, um custo menor de transbordo entremeios de tipos diferentes e garante, muitas vezes, inclusive uma maior velocidade em realizar o transporte.

Nossos centros logísticos estão colocados diretamente nos grandes centros de expedição, dotados de alfândegas e áreas fiscais: esta colocação especial permite poupar CO2 e tempo, além da diminuição das manipulações e das possibilidades de perda ou ruptura de mercadorias.

O Gruppo Viva promove a mobilidade sustentável e se esforça em diminuir os impactos ambientais sociais e econômicos gerados pelos próprios transportes, diminuindo assim a poluição (acústica, ambiental, atmosférica), o número de acidentes, o congestionamento e a degradação do território. Por isso, cada novo transporte é selecionado em função de sua dimensão compacta, de sua funcionalidade, da qualidade ambiental, do gasto energético e de contenção de custos e consumos.

 

 

Joomla Template by Joomla51.com

We are using cookies to give you the best experience on our site. Cookies are files stored in your browser and are used by most websites to help personalise your web experience.By continuing to use our website without changing the settings, you are agreeing to our use of cookies. MORE